Salley é um duo de pop rock alternativo japonês que está aí com o seu terceiro álbum de estúdio chegando na praça. Com o nome de Clear (download aqui) o disco vem trazer mais um material de inéditas para o duo após três singles apresentados ao público “kodama“, “Home” e “Winding Road“. A sonoridade deles lembra Do As Infinity e Ikimono Gakari.

kodama” é uma abertura agradável para o disco ela é uma faixa suave e que consegue abrir o disco dentro do conceito trazendo uma energia luminosa e doce, o destaque maior é o solo de guitarra que é realmente encantador. O álbum fica mais animado com “Wonderland“, a faixa já começa com um coro que trás vigor e cor para a música que vai sucede por uma introdução de guitarra e palmas que animam o ouvinte. Os versos de “Wonderland” são nostálgicos e o refrão sabe soar marcante sem perder todo o clima delicado da música, seja pelos vocais quanto pelo seu arranjo.

Winding Road” mantém a banda em um clima agradável dentro do disco e soa como uma mid-tempo, ela é mais melancólica seja por sua interpretação ou pelo próprio arranjo, porém não deixa de passar tudo isso de uma maneira bem sutil, mantendo a consistência do disco. “Chisana uso” é mais acústica que sua antecessora pela presença do violão que comanda boa parte da canção, ela tem versos mais melosos e envolventes que sua antecessora. O álbum sabe te guiar perfeitamente até sua primeira balada, “Mahiru no Tsuki“, que é delicada e sem grandes progressões, mas tem sua beleza. A surpresa do álbum é por apresentar uma faixa que vai flertar a guitarra com um eletrônico em “SPECTRUM“, onde o refrão é apresentado logo de cara, porém sem todos os elementos. Os versos são interessantes, o solo de bateria e guitarra com os sintetizadores é realmente empolgante, a produção como o todo funciona bem. Já em “Kanojo to Kareshi” e “Iwake Girl” tem atmosferas parecidas, o que difere uma da outra é o refrão, enquanto a primeira soa mais suave, a segunda é vibrante e mais energética. “Sukairain” mantém esse clima de encerramento de disco, porém ela faz o papel de forma mais agradável e marca você por possuir um refrão que funciona muito bem.

“Home” é uma balada mais comum dentro do mercado do pop japonês ela apresenta os violinos, a própria construção dos versos, então ela realmente foi feita pensando no grande mercado, e mesmo sendo uma faixa que você consegue ouvir na voz de diversos atos, ela é uma faixa agradável. O que dá o diferencial é o tom que sobe no repeat do refrão onde ela explora mais os vocais. “Clear” por sua vez é mais ousada, já por sua introdução ser um tanto longa, os versos são mais tímidos e passam a sensação de leveza que esteve presente em todo o disco, é uma faixa mais experimental da banda, soando a canções que John Mayer lançava nos anos 2000. A forma escolhida para encerrar o disco é totalmente coesa e não aposta em uma balada tão óbvia, o que faz com que o disco ganhe mais frescor ainda.

UwGs0PhM_400x400.jpgClear sabe soar consistente do início ao fim, sem deixar derrapar ao longo da sua proposta que é uma sonoridade mais experimental e ao mesmo tempo com um ar mais suave, onde em cada música a banda vai explorar essa atmosfera com arranjos e produções diferentes. Sua sequência de músicas sabe seguir uma linha bem interessante, apresentando o álbum em uma crescente de ritmos e depois reduzindo, sabendo o momento de deixar o ouvinte mais desperto e quando não deixar que isso manche o conceito. O único defeito da banda é não se arriscar em buscar elementos de outras culturas ou sonoridades, com exceção de “SPECTRUM“.

clear201. kodama 70/100
02. Wonderland 85/100
03. Winding Road 72/100
04. Chisana uso 80/100
05. Mahiru no Tsuki 68/100
06. SPECTRUM 77/100
07. Kanojo to Kareshi 62/100
08. Iiwake Girl 68/100
09. Sukairain 70/100
10. Home 75/100
11. Clear 78/100
Anúncios

2 comentários em “ALBUM REVIEW: Salley – Clear

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s