PAST < FUTURE (download aqui) é o oitavo álbum de estúdio da Namie Amuro e ele sucedeu o seu grande retorno aos holofotes com BEST FICTION. A capa e o título do álbum por si só soaram ousados para sua época, pois a própria Namie dizia ao público que o disco significava um novo começo em sua carreira e que ela não estava satisfeita apenas com o retorno aos holofotes, ela queria criar uma nova diretriz para a sua carreira. A pergunta é PAST < FUTURE consegue de fato reinventar a Namie e superar as expectativas de suceder sua segunda coletânea de maior sucesso? O álbum coloca a sonoridade e carreira da cantora em um novo rumo? Essas e mais perguntas vamos responder logo abaixo:

FAST CAR” tem um ar bem clássico, delicado e sensual tanto por seu instrumental que vai flertar com a musicalidade dos anos cinquenta atrelado a um pop bem comercial e que faz com que a canções soe altamente radiofônica, destaque para a letra da música que é uma das mais ousadas da carreira da Namie desde “Hide & Seek“. O que mais chama atenção em “FAST CAR” é que o middle-8 poderia muito bem ser apenas os vocalizes que ela realiza e já emendar parar o refrão, mas ao invés disso surge um verso sensual e bem interessante que aprimora ainda mais a música. Se em sua primeira faixa Namie apresenta uma canção que soa diferente de toda sua carreira o mesmo vai acontecer em “COPY THAT” que por sua vez soa como uma música no faroeste norte-americano pela forma que sua guitarra é tocada, lhe remetendo a filmes de xerifes, criando também um clima sensual, mantém o disco on point até aqui.

LOVE GAME” por sua vez tem um teor mais eletrônico combinando perfeitamente com a proposta sonora que estava em voga na época, a faixa é bem pegajosa em seu refrão e realmente consegue soar como um convite para um duelo amoroso em sua produção, e a ideia do vídeo fica muito bem interessante. O único defeito de “LOVE GAME” é sua posição no disco que poderia ser a faixa que encerra o ciclo PAST do álbum. “Bad Habit“trás elementos do R&B mesclado com sintetizadores e um certo teor eletrônico, destaque para o falsete na última estrofe da música, e realmente a forma que os sintetizadores foram feitos nessa música criam uma atmosfera extremamente sensual. Quem fecha o ciclo PAST do álbum é “Steal my Night” que é uma versão mais refinada de “Cherry Girl“, a produção aqui passa por um pente mais fino, criando momento mais alucinantes e pegajosos, destaque para o break com o vocal mais grave da Namie criando uma atmosfera sombria e sedutora.

Quem abre a parte FUTURE do álbum é nada mais, nada menos do que “FIRST TIMER” em parceria com DOBERMAN INC, e provavelmente é uma das faixas mais injustiçadas da Namie por não apresentar um vídeo clipe, porém ela compensa na performance da tour. Voltando a falar da produção, ela soa como uma produção direto dos anos 3000, mas ela consegue soar muito mais inovadora e fora da casinha do que “WILD” ou “Dr.“, pois ela tem uma ponte para o refrão que é eletrizante, um refrão pegajoso e depois vem outro verso que te deixa sentir um misto de sensações agradáveis e isso vai se repetindo ao longo da faixa que é realmente uma das mais ousadas e surpreendentes da Namie. Ponto para o rap que consegue criar um momento grandioso dentro da música e consegue ser totalmente necessária pois ela cria situações que vão crescer a música. O grande feito de “WILD” é conseguir manter essa vibe futurista sem precisar de uma produção mais sofisticada – comparada as outras duas do lado FUTURE. Na verdade ela poderia estar após “Dr.” que tem muito mais haver com “FIRST TIMER“. Mas “WILD” não mancha a sequência ela consegue segurar bem o disco e apresentar uma faixa enxuta para o lado mais experimental. E para encerrar a sequência FUTURE vem “Dr.” que possui uma quantidade de versos bem acima da média, onde em cada estrofe da música sua produção parece ir lhe instigando e surpreendendo com novos elementos que são adicionados ao longo da canção, e é nisso que “Dr.” ganha seu brilho.

Após esse instante o álbum acaba “se perdendo” pois ele abre mão da sequência dual para buscar uma sonoridade mais atual, talvez representando o presente da Namie Amuro, pois todas três faixas se sucedem tem sido bastante reciclada nos últimos anos pela cantora: “Shut Up“, “MY LOVE” e “The Meaning Of Us“, a primeira canção trás um pop/rock com elementos de R&B/Urban que criam uma faixa intensa e ácida, já a segunda é uma mid-tempo pop/R&B fofa e doce que combina perfeitamente com os vocais da Namie, além de ser bem pegajosa. A última por sua vez é uma das melhores baladas que a cantora apresentou na década passada, seu arranjo lembra uma caixa de música, o que dá todo um ar delicado e apaixonante.

O álbum encerra com sua melhor produção que é “Defend Love“, a faixa soa totalmente anos oitenta (Thriller), mesclado a um ritual pagão com sintetizadores futuristas, criando algo único dentro da indústria pop e j-pop. É provavelmente a faixa mais distinta que Namie já apresentou para seu público, e dentro do disco ela tem a função de fundir o passado com o futuro e criar um desfecho perfeito.

namie_amuro_past_future_cd_only

PAST < FUTURE é e o álbum mais maduro e refinado que a Namie Amuro já entregou ao público desde Concentration 20, nele a sua equipe ousa em composições e produções criando uma sonoridade que vai navegar entre o passado e o futuro, além também de trazer faixas mais contemporâneas – para a época que foi lançado. O disco é extremamente fiel a sua proposta e comete deslizes bem sutis em sua tracklist, mas nada que manche de fato o seu desempenho. O encerramento do disco surpreende por mesclar todo o conceito do disco em uma única música, “Defend Love“, saindo da zona comum de baladas ou mid-tempos.

pastfuturenamie1. FAST CAR 90/100
2. COPY THAT 100/100
3. LOVE GAME 77/100
4. Bad Habit 75/100
5. Steal my Night 80/100
6. FIRST TIMER feat. DOBERMAN INC 100/100
7. WILD 85/100
8. Dr. 87/100
9. Shut Up 100/100
10. MY LOVE 70/100
11. The Meaning Of Us 92/100
12. Defend Love 100/100

Anúncios

5 comentários em “ALBUM REVIEW: Namie Amuro – PAST < FUTURE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s