Então, depois de um ano onde a banda realmente se dedicou e teve uma crescente considerável em popularidade e produção, está na hora das meninas caminharem para o seu quarto álbum de estúdio E.G CRAZY que será lançado em poucos dias no Japão. Mas como é Japão já temos acesso a duas faixas inéditas “All Day Long Lady” e “HARAJUKU TIME BOMB” (download aqui), as faixas conseguiem superar os singles antepassados e deixar mais ansiosos para o que estava por vir ou seria piloto automático apenas para mante-las em voga enquanto o disco não sai? Vamos começar pela canção que teve vídeo clipe:

Com relação ao vídeo eu não tenho o de falar, ele é muito bem bolado e trás mulheres desempenhando papeis profissionais, uma jornada dupla de trabalho e estudos, e os figurinos ficaram bem criativos, o que me fez achar tudo bem interessante. A harmônia das cores, os cenários que foram feitos, tudo conseguiu se sair bem com relação ao vídeo. Porém do nada somos arremessados a um clipe (e canção) diferentes, o que perde um pouco desse clima tão bem construído, não foi uma boa ideia essa mistura. Enfim, já a música em si, “All Day Long Lady” começa promissora, eu gostei da produção que a faixa começa e como os versos vão te preparando para o refrão, ela sabe ter o seu teor pegajoso que faz com que você vá entrando no clima da canção, porém o único defeito dela é quando você termina de ouvir o middle-8 e espera ansiosamente o refrão final, e ao invés disse temos outra faixa com outra atmosfera o que desanima o ouvinte, e quando retoma para o refrão você ainda se sente meio perdido. Talvez se não tivesse essa quebra de ritmo, a canção soasse mais coesa e realmente gostosa de ouvir, mas por hora, é isso. Ah, a faixa que invade é “HARAJUKU TIME BOMB” que tem um clima pop/rock de verão que realmente tem versos interessantes, mas quando o refrão é entregue parece meio confuso, ainda mais com esse idol pop tão intenso e desconexo com toda sua produção, porém ainda sim vale dar uma ouvida para se preparar para o que vem aí das meninas.

alldaylong

Então, “All Day Long Lady” é uma faixa boa, se cortar a invasão de “HARAJUKU TIME BOMB“, mas do jeito que ficou não soou legal, ficou muita informação e acabou prejudicando o desempenho da música, não é uma ouvida cem por centro prazerosa. Já a faixa “HARAJUKU TIME BOMB” fica entre o mediano e o bom, o refrão parece não se conectar com a música, como se fossem duas canções juntas e que não funcionam, mesmo que ambas sejam animadas, elas não conseguem se completar. Em resumo, E-Girls patinou durante a apresentação do seu disco, agora é torcer para que o disco duplo (sim serão dois lados: POP e COOL, 12 faixas cada) seja realmente acima do que foi mostrado até então.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s