Daydream é o quarto álbum de estúdio da cantora Aimer, sua produção ficou por conta de grandes nomes do j-rock como Taka (ONE OK ROCK) – Produziu maior parte do álbum -, Takahito Uchizawa (androp), Yojiro Noda (RADWIMPS), TK (Ling Tosite Sigure), Sukima Switch e o seu parceiro de longa data, que esteve presente nos álbuns anteriores, Hiroyuki Sawano. A sonoridade do disco é toda voltada para o rock mais alternativo, além de trazer elementos pop. O fato de dois de seus produtores serem das bandas mais populares no momento no território nipônico (ONE OK ROCK e RADWIMPS) , explica parte do sucesso comercial do Daydream que atingiu a segunda colocação nas paradas da Oricon.

Untitled 1.png

Insane Dream é a faixa que abre perfeitamente o disco, ela trás esse misto de sensações entre a calma de um sonho nos versos iniciais. Mas quando chega no seu refrão, assim como a sua abertura, o som ganha um ar mais agressivo e psicodélico, extremamente necessário para trazer uma mensagem mais visceral. Ninelie é uma canção introspectiva e vir após Insane Dream foi um erro, pelo fato da sua produção não ser agressiva como a anterior, talvez essa faixa soasse melhor como faixa de abertura. Os vocais de Aimer junto com chelly (EGOIST) soam como sussurros durante a música inteira, o que combina perfeitamente com a mensagem de não deixar o silêncio ser corrompido por vozes externas, que é uma metáfora para ideologias já que a música fala sobre persistência em meio a uma sociedade influenciável. A interpretação de ambas se saem muito bem, sabendo dar notas agudas sem exagerar ou sair da proposta. O álbum prossegue com twoface, que tem um ar mais pop e alternativo, possui uma introdução interessante com um baixo muito agradável nos versos iniciais, o refrão trás uma guitarra mais metálica além de um aparato sonoro mais denso, surpreendendo de maneira positiva. Sua posição no disco é favorável e mantém em um bom direcionamento. Higher Ground é uma balada voz e violão agradável com progressões em determinados momentos, os vocais são mais delicados e traz realmente essa sensação de está em um lugar mais elevado. Seguimos para For Lonely com a participação de Abe Mao, já é uma mid-tempo, os vocais de ambas ficaram muito bons juntos, a fórmula da música funciona bem, trás uma certa leveza o que mantém uma atmosfera branda, mesmo quando os vocais ficam mais imponentes não perde a leveza, o que é um bom ponto para a faixa, para fechar a sessão de baladas do disco vem Chouchou Musubi, que fala sobre a luta que é para manter as relações, sejam elas quais forem, pois às vezes um lado busca manter aquele vínculo e o outro não, e há desencontros, enfim, existe uma série de temas muito bem relacionados dentro da composição, já a parte da produção da música fica bem favorável e distinta, sendo a primeira balada de piano, em certos momentos a guitarra surge, e o final da música é surpreendente, pois quando você tem a sensação que acabou, um novo verso surge em parceria com o Taka, fechando muito bem a canção. Kataomoi (amor não correspondido), tem um ar mais despretensioso, conforme a música vai se desenvolvendo temos palmas, coral e até mesmo violinos, além do vocal de Takahito Uchizawa. É uma faixa bem alternativa, o vocal é meio melancólico, mesmo que a produção passe uma ideia mais meiga e alegre. Hertz trás o disco para uma vibe mais eletrizante, animada e pegajosa, é uma das faixas mais mainstreans do disco e contagiosa. O solo de guitarra caiu como uma luva e mantém a energia lá em cima, um dos destaques do Daydream. O álbum derrapa ao te levar para um clima totalmente diferente com Kowairo (tom de voz), faixa é agradável e lembra Chouchou Musubi, só que de uma maneira mais delicada, os violinos trazem boa parte da emoção da música, além da interpretação formidável da cantora. O álbum retoma a vibe de Hertz com closer, que tem uma agressividade muito semelhante a Insane Dream, o que me faz perguntar, porque ambas faixas não estão no mesmo local do disco. A canção lembra muito o que Evanescence fez em seu último disco de inéditas e soa uma faixa muito forte, pena que não teve nenhum, Falling Alone mantém a atmosfera de uma forma mais melancólica que a antecessora, justificando ser escolhida como single promocional do disco, ela passa muito bem a imagem de Aimer, em uma faixa com grande potencial. Próximo o seu fim o disco apresenta us que tem um clima crescente até chegar em um refrão mais metálico, mesmo que a característica da música seja mais balada e o foco fique por conta dos vocais da cantora. Para encerrar o disco vem mais uma balada voz e violão, Stars In The Rain, a canção ganha momentos onde o arranjo ganha mais elementos e cresce o suficiente para te prender até o final, encerrando o álbum muito bem.

daydreamaimer

 

Daydream é de fato um dos melhores discos que o mercado japonês pode oferecer, inclusive entre as solistas femininas, apesar de derrapar em dois momentos na ordem das músicas, não existe uma faixa que faça comprometa a qualidade do disco, os vocais são muito bem trabalhados e por vezes é o que realmente vai trazer toda a emoção de determinadas músicas, os arranjos são bons e trazem um rock atrelado a elementos do pop, alternativo e acústico. A produção não erra em entregar provavelmente o melhor disco da carreira de Aimer.

 

  1. insane dream 100/100
  2. ninelie with chelly (EGOIST) 90/100
  3. twoface 80/100
  4. Higher Ground 70/100
  5. for Lonely with Abe Mao 75/100
  6. Chouchou Musubi 90/100
  7. Kataomoi  80/100
  8. Hz 90/100
  9. Kowairo 75/100
  10. closer 100/100
  11. Falling Alone 85/100
  12. us 75/100
  13. Stars in the rain 70/100

Download Album

Anúncios

5 comentários em “Aimer – Daydream

  1. Tá muito bom esse álbum, o Taka não transformou em um álbum do one ok rock, coisa que eu tinha muito medo de acontecer, realmente o trabalho ficou agradável de ouvir, eu só queria entender a preguiça de lançar uns PV!

    Essa aqui merecia, e várias outras também!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s